Esforçado, João se apega aos estudos para realização de seus sonhos (Foto: Thaís Luz)

Alunos buscam nos estudos e trabalhos caminhos para realizarem seus sonhos

17/01/2018 - Por Amanda Brito

Todo mundo tem um sonho de criança ou que ao longo da vida foi construído devido a convivência familiar, escolar ou religiosa. Mesmo com todas as dificuldades que podem surgir pela frente, o sonho sempre acaba sendo algo em que as pessoas são capazes de enfrentar qualquer obstáculo para conseguir realizá-lo. Com os jovens da Aprata não é diferente. Ao longo dos anos e com a participação na entidade, eles conquistaram planos e objetivos que terão que lutar para tornar realidade.

O estudante Hugo Santos, 15, é um exemplo ele entrou na instituição com a finalidade de arrumar emprego e obter uma profissão melhor, seu sonho, além de ter um bom trabalho é fazer uma faculdade de música. Mesmo no início do ensino médio o jovem realiza um curso preparatório voltado para música já pensando no futuro e pratica o que aprende na banda marcial de Rancharia.

Jamile se inspira na família para alcançar seus objetvos (Foto: Thaís Luz)

Por incentivo da mãe e por buscar mais conhecimentos e um trabalho, João Santos, 14, conheceu a entidade e está no local há seis meses, mas o seu maior sonho é viajar para Nova Iorque.  “Eu sempre pensei em viajar para fora do Brasil. Gosto da estrutura de lá, dos costumes e é um lugar diferente de onde eu vivo”. Para alcançar o objetivo o adolescente pretende fazer intercâmbio e curso de inglês.

Devido às dificuldades de se conseguir um trabalho, Jamile Resende, 16, entrou para a Aprata com esse objetivo e hoje seu sonho é ser advogada e juíza. Seus planos com isso é poder dar uma condição melhor para seus irmãos e ajudar sua avó. A jovem conta que pretende atingir a meta estudando, “porque sem estudo não somos nada e quero lutar ao máximo para conseguir ser alguém melhor no futuro”.

Objetivo igual tem a aprendiz Julia Cardoso Lourenço, 14, que ficou sabendo da entidade por meio de sua mãe e com a vontade de conseguir o primeiro emprego e ajudar em casa se matriculou. “Sonho em ser nutricionista, pois adquiri esse amor vendo outras profissionais da área ajudando muitas pessoas a saírem da obesidade e terem uma alimentação saudável, tenho estudado muito para tornar esse sonho realidade”.

Para o professor da entidade, João Paulo Santos, o local incentiva os jovens a buscarem seus sonhos através das características e qualidades que são descobertas pelos alunos no decorrer do curso, além de motivarem a uma formação superior de acordo com o gosto e experiência de cada um.

“Sonhar é uma forma de ainda acreditarmos que somos capazes de lutar e conquistar nossas batalhas e desafios e, saber que no final o prêmio será a recompensa que a vida nos prepara. O mais importante do sonho não é a chegada, mas o caminho que foi percorrido” finaliza o professor.